R.C. Pro-Am

No final da década de 80 um pequeno estúdio britânico se concentrava em jogos para o mais novo console da Nintendo da época, o NES (Nintendo Entertainment System). E foi justamente em 1988 que esse pequeno estúdio lançou um dos seus jogos de maior sucesso para o console: R.C. Pro-Am. O nome da empresa? Rare. Você provavelmente já ouviu falar dela, não? 🙂 A Rare foi responsável por clássicos para o NES como Battletoads, Wizards & Warriors e o próprio R.C. Pro-Am.

R.C. Pro-Am é um jogo de corrida entre carros de controle remoto com visão isométrica e uma boa pitada de combate. O objetivo em cada uma das corridas é terminar pelo menos em terceiro (são apenas quatro competidores no total). Ao final de cada corrida você ganha um novo troféu para a sua galeria. Um botão para acelerar (B) e o outro para usar uma das armas coletadas (A): ah, a simplicidade dos clássicos!

R.C. Pro-Am

Durante uma corrida você pode coletar upgrades para o seu carro (seus adversários também!). Os pneus coletados melhoram a estabilidade, motores aumentam a velocidade máxima e as engrenagens melhoram a aceleração do veículo. Mas a grande diferença você percebe quando seu veículo muda de classe: além da mudança visual o seu veículo fica melhor em todos os aspectos (velocidade, estabilidade e aceleração). Vale lembrar que os seus concorrentes automaticamente também mudam de classe junto com você! Essa mudança acontece quando você consegue formar a palavra N-I-N-T-E-N-D-O coletando as letras espalhadas nas pistas. Existem apenas três classes disponíveis; após alcançar a terceira classe você pode até continuar a coletar as letras só não espere por alguma recompensa!

R.C. Pro-Am

Mas não são somente upgrades e letras que você encontrará durante uma corrida. Obstáculos como poças d’água, barreiras automáticas, raios e óleo derramado na pista podem fazer o seu carro perder o controle (e até bater). Além disso em algumas pistas você pode coletar dois tipos de arma: bombas e mísseis. Ambas são ativadas com o botão A. As bombas atingem os inimigos que estão atrás de você e os mísseis são para os inimigos que estão na sua frente. Exatamente como os mísseis e cascas de banana de um certo jogo, não é mesmo? Um outro item muito útil que você encontrará é a invencibilidade temporária. Com ela você pode bater o quanto quiser e seu carro continuará intacto!

Um dos maiores mistérios do jogo (e uma curiosidade que eu tenho desde a primeira vez que joguei R.C. Pro-Am) é a quantidade de corridas. Afinal, quantas delas existem no jogo? Existe um final? Oficialmente são 32 (aliás está escrito no próprio label e na caixa do jogo: “32 Tracks of Racing Thrills”). Eu não sei de onde a Rare tirou esse número. O que eu pude comprovar é que depois do nível 24 as pistas começam a se repetir. Curioso para saber o que acontece depois do nível 32? Surpresa! Você começa no nível 33! Eu li relatos em alguns fóruns de jogadores que ultrapassaram o nível 200 sem alcançar o final! O que eu posso confirmar é que o jogo vai pelo menos até o nível 70 (agradecimentos ao bom amigo Game Genie!). Existe um final? Tudo indica que não… as pistas simplesmente se repetem e você acumula troféus (que sequer cabem na tela).

R.C. Pro-Am

A parte gráfica de R.C. Pro-Am é interessante. Alguns outros jogos como Super Off Road e Indy Heat são parecidos porém R.C. Pro-Am é o único com visão isométrica e onde a tela se desloca automaticamente (scroll), o que dá ao game um aspecto único. Um dos aspectos curiosos de R.C. Pro-Am é a falta de trilha sonora durante as corridas; eu pessoalmente prefiro o barulho do ronco dos motores e das batidas do que ter alguma música de fundo repetitiva. Ficou faltando somente um modo para pelo menos 2 jogadores; os combates em uma tela separada seriam épicos!

Embora tenha se inspirado de alguns outros games do passado como Death Race e Super Sprint, R.C. Pro-Am definiu o gênero de games de corrida com combate da forma como conhecemos hoje. Muitos dos elementos que vemos em jogos do estilo foram introduzidos (ou melhorados) pelo game na época: obstáculos na pista, setas para aumentar a velocidade (zippers), itens especiais e armas. O gênero se tornou popular com o lançamento da série Mario Kart, é verdade, mas foi R.C. Pro-Am que começou a revolução!

Simplesmente um clássico

R.C. Pro-Am aparece com frequência nas listas dos melhores jogos de NES e até mesmo entre os melhores jogos de todos os tempos. E não é para menos: o game praticamente definiu um gênero e influenciou muitos os jogos que vieram depois dele. R.C. Pro-Am alcançou o equilíbrio perfeito entre diferentes mecânicas de jogo. O resultado é um jogo de corrida competitivo e divertido ao mesmo tempo. Um clássico que você não pode deixar de conferir!

Curiosidades

Durante o desenvolvimento, ainda em 1987, o game era chamado de Pro-Am Racing. Em algumas revistas da época ele chegou a ser apresentado com esse nome. Porém ele foi rebatizado de R.C. Pro-Am antes do lançamento em 1988.

Sequências e outras versões

Um jogo de sucesso geralmente rende sequências e versões para outros consoles, não é mesmo? Com R.C. Pro-Am não foi diferente! A Rare produziu uma sequência, lançada em 1992, que foi batizada de R.C. Pro-Am II (original, não?)! O mais interessante dessa sequência é que ela suporta até 4 jogadores ao mesmo tempo! Isso mesmo, R.C. Pro-Am II é dos raros jogos que suportam o acessório Four Score. A Tradewest levou, ainda em 1992, uma versão do game para o Genesis (Mega Drive), com gráficos melhorados e pequenas alterações (5 carros no total ao invés de 4, por exemplo). Até o Game Boy ganhou uma versão: Super R.C. Pro-Am saiu em 1991 para o portátil da Nintendo.

Jogos similares

Super Off Road e Rock n’ Roll Racing são os principais jogos no estilo de R.C. Pro-Am (sem considerar a sua sequência, claro).

Game Box

Dr. LuigiPlataformas:
NES
Desenvolvedor:
RARE
Distribuidora:
Nintendo
Lançamento:
1988

Se você tem um NES ou algum outro console compatível não deixe de comprar o jogo original. R.C. Pro-Am pode ser encontrado facilmente em sites de leilão por um valor bem em conta ($5). Se você não tem (e não pretende comprar) um console, você pode recorrer a emulação!

Clique aqui para entender como as análises são feitas.

Tags

Sobre: André Machado

André Machado é um gamer hardcore, desenvolvedor na Ubisoft Montreal, blogger, youtuber e ex-stargamer. :) Saiba mais sobre o autor.

Confira também...

0 comentários sobre “R.C. Pro-Am”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *